Um escritório com reuso de 1600 tubos de papelão

Uma empresa de impressão da Guatemala, a Last Minute, ao abrir uma nova filial, colocou como meta reutilizar 80% de seus materiais em desuso no projeto dessa nova loja. Sendo assim, o arquiteto Jorge Villatoro, responsável pela obra, reutilizou 1600 tubos de papelão usados na plotters para criar uma parede vazada que funciona também como mobiliários de apoio aos clientes.

Villatoro também coletou madeira, pallets e chapas metálicas de segunda mão (oxidadas) para utilizar no projeto. Porém, a parede vazada é a protagonista do espaço, servindo para separar as duas áreas principais da loja; a área de recepção e atendimento aos clientes e o espaço de impressão. O reuso dos tubos de papelão permitem a interação entre os funcionários e o armazenamento temporário das folhas impressas. Além disso, foram deixadas algumas aberturas maiores, aumentando também a interação com o projeto.

Informações do projeto:

Arquiteto: Jorge Villatoro / Taller ACÁ | Architecture & City Activism
Localização: Mixco, Guatemala
Equipe: David Urquizú, Gerson Ixcot
Cliente: Last Minute
Data: 2014
Fotografias: Werner Solorzano

Imagens e informações do post via archdaily.