Cama pet com caixa de bacalhau

Contei neste post AQUI que ganhei duas caixas de bacalhau e estava buscando inspirações para reutilizá-las. Demorei um pouco para definir uma nova função para as caixas, mas quando surgiu a necessidade de uma cama para a cadelinha da minha família, não pensei duas vezes. Antes do reuso, foi necessário limpar bem a caixa e deixá-la no sol para eliminar o cheiro do bacalhau, que não era forte, mas saiu depois de alguns dias (nos casos em que o cheiro de bacalhau é forte, na internet é possível encontrar algumas dicas para removê-lo, mas prefiro não compartilhar aqui por não ter testado).

Para que a caminha ficasse mais confortável, decidi recortar as laterais (lados menores) e a frente (um dos lados maiores). Nas laterais marquei 10 cm da borda direita e esquerda e 10 cm da borda superior, já na frente marquei 15 cm da direita e esquerda e 10 cm de cima pra baixo. Com isso, usei uma serra tico tico para fazer o corte, arredondando os cantos. Neste caso, decidi não recortar um dos lados maiores, que ficará encostado na parede, mas se quiserem pode ser recortado também.

Depois lixei bem a região do recorte e a caixa toda, principalmente onde havia pintura característica da caixa de bacalhau, em azul e vermelho, com a intenção de “apagar” mesmo a pintura. Optei por não pintar a madeira, afinal, a cor natural já é tão linda, vamos aproveitá-la né?

Para fazer os pés, usei quatro toquinhos de pallet (tempo atrás resgatei alguns na rua) e ficaram perfeitos. Como vocês podem conferir na imagem a seguir, eu lixei os tocos, posicionei abaixo da caixa, fiz as furações e depois fixei com parafusos (dois pontos de fixação foram suficientes).

Com os pés fixados, a caminha está praticamente pronta. Eu não passei verniz porque a caminha ficará dentro de casa, mas se for usada em local mais úmido ou que possa ter contato com água, recomendo que passem uma ou duas demãos.

O toque final ficou por conta dos desenhos de patinhas, usei a mesma ideia aplicada neste projeto AQUI, marquei com lápis os desenhos e depois preenchi com caneta Posca preta. Vocês podem fazer com tinta também ou personalizarem a caminha como quiserem, usem a criatividade e caprichem, nossos bichinhos merecem!

Para finalizar, fiz uma capa com lençol velho para cobrir a espuma que eu já tinha (sobra de outro projeto), assim a parte estofada deixou a caminha ainda mais charmosa. Eu já tinha a espuma, mas pra quem não tem, basta medir o vão interno e já comprar a espuma na medida correta (a espuma que utilizei tem 10 cm de altura) ou até mesmo usar um cobertor dobrado no lugar da espuma.

Podem apostar, a cachorrinha das fotos abaixo AMOU sua caminha nova <3

Imagens: Joia de Casa © 2017.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *