Reciclagem e supraciclagem: entenda a diferença

A gente ouve bastante o termo “reciclagem”, mas nem sempre ele é empregado corretamente.

Já ouvi muita gente falando: “eu adoro reciclar”, quando na verdade está falando de supraciclagem (tradução do termo inglês upcycling).

A principal diferença está no processo. A reciclagem é um processo industrial, que não dá pra fazer em casa (com exceção da reciclagem de papel). A supraciclagem é um processo artesanal, que você mesmo pode fazer.

A reciclagem consiste na transformação de matéria-prima (plástico, papel, metal e vidro) em novos produtos, geralmente de qualidade inferior ao original.

A supraciclagem não altera a propriedade da matéria-prima, apenas altera a estética, mas o material continua o mesmo. Como resultado final a qualidade do produto é maior ou igual ao original.

Para explicar melhor, encontrei dois infográficos feitos pela Hipcycle (aquela loja virtual que a gente falou aqui).

reciclar sacola

O processo para reciclar uma sacola plástica é complexo. O chamado “plástico filme” das sacolinhas pode ser juntado em fardos e encaminhado a uma máquina aglutinadora que vai aquecer o material e triturá-lo até que se torne uma farinha. Depois, mistura-se água para fazer a aglutinação, que consiste em aumentar a densidade do material e deixá-lo na forma de grãos que serão fundidos novamente e transformados em tiras, como se fosse espaguete. O próximo passo é mais um resfriamento com água e o corte em grãos consistentes, conhecidos como “pellets”, matéria-prima para novos produtos de plástico. Por serem leves é preciso juntar imensas quantidades de sacolas para que o reaproveitamento seja viável economicamente. Outro empecilho é o alto grau de sujeira e contaminação, quando retiradas de lixões e aterros sanitários. É necessário que passem por processos de lavagem para que possam transformar-se em matéria-prima novamente.

reciclar garrafa

Para reciclar uma garrafa, o vidro precisa ser moído em um triturador. Depois é colocado em um forno gigante com temperatura em torno de 1000ºC e refundido em uma nova garrafa. A temperatura da reciclagem do vidro é muito menor do que o utilizado na fabricação de um vidro novo, o que implica um ganho energético e uma menor emissão de CO2. Assim, uma utilização de um tonelada de cacos de vidro para a reciclagem permite economizar cerca de 1,2 toneladas de matérias-primas novas.

Para supraciclar uma garrafa você só precisa de boas ideias! Ela pode ser um vaso, uma luminária, um copo etc.

Outro produto fácil de identificar a diferença entre reciclagem e supraciclagem é o pneu.

PNEU

O chinelo da imagem foi feito com pneu reciclado. O pneu passou por um processo industrial até se tornar em uma borracha apropriada para a fabricação do chinelo.

Para se tornar uma mesa, o pneu não precisou passar por nenhum processo industrial. Os pneus foram apenas cortados e parafusados para essa finalidade.

Existem duas maneiras para você aderir ao movimento da supraciclagem. Procure em casa ou nas caçambas por aí materiais para que você possa criar seu próprio produto, ou compre de pessoas que fazem produtos de materiais que iriam para o lixo. As duas formas causam um impacto positivo no meio ambiente e sua recompensa é algo bonito e útil!

Fonte: Hipcycle | Viaje Aqui | eCycle.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *