Prateleira decorativa com carretel

Na minha última visita à região da Rua Santa Ifigênia, resgatei um pequeno carretel que estava no canto de uma loja de cabos. Perguntei ao vendedor se era lixo e se eu poderia pegar e ele acenou “sim” com a cabeça. Mais uma vez saio de lá toda contente, com “lixo” debaixo do braço! Esse carretel é um pouco menor daquele que postei aqui em suporte para taças e vinhos. Gastei um tempo até decidir o que fazer com ele até que vi um tipo de prateleira com um formato tipo “jogo da velha” na internet.

Decidi fazer a minha versão inspirada nessas prateleiras da moda, reutilizando o carretel pequeno. Por ter o formato arredondado, achei que iria ficar um volume interessante na parede depois de pronta.

A primeira coisa que fiz foi desmontar o carretel. A estrutura central era de papelão, então foi fácil cortar com uma serra de arco e retirar essa parte. Por dentro desse tubo de papelão havia três reforços de ferro, que também tive que cortar para desmontar os tampos de cima e de baixo.

1 e 2 – Com os discos já soltos, precisava achar o centro de cada círculo para cortar ao meio. Eu apoiei o disco sobre uma cartolina e risquei com um lápis a circunferência da peça. Depois recortei a cartolina e dobrei ao meio. Coloquei a cartolina dobrada em cima do disco e tracei a linha do central.

3 e 4 – Usando uma serra tico- tico, cortei os dois discos no meio.

5- Para encaixar uma parte na outra, eu precisaria abrir um canal. Pra facilitar, comecei fazendo dois furos no centro da metade de cada disco. Usei uma broca de 6mm porque era a espessura da peça.

6- Com a serra tico-tico, abri um canal até o furo que tinha feito. Prestei atenção para fazer esse canal no lado arredondado em duas peças e no lado reto das outras duas.

7- Depois de dar o acabamento nos canais com uma grosa e lixa para madeira, apliquei uma demão de fundo branco em todas as peças (tinta PVA).

8- Depois de seca, apliquei a cor final: duas demãos de tinta PVA amarela.

Por último encaixei uma peça na outra, fazendo uma leve pressão.


Por ser uma peça leve, só apoiei sobre dois preguinhos na parede. Se fosse uma peça maior, usaria uma cantoneira e a fixaria com parafusos e buchas.

Imagens: Joia de Casa © 2018.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *